Tira suas dúvidas sobre Febre Amarela e vacinação

ok

A Prefeitura de Alambari, através da Vigilância Epidemiológica, informa que a vacina da Febre Amarela já faz parte do calendário de vacinação do município desde 2009, portanto não haverá uma campanha específica. Já foi realizada uma campanha em 2009 quando o município estava na rota da circulação do vírus e todos os munícipes foram vacinados na época.

Atualmente, a cidade não tem circulação de vírus da Febre Amarela (nenhum caso em macacos ou humanos) por isso, não é área de risco para transmissão e, sim, de recomendação de vacinação.

As pessoas que ainda não se vacinaram devem procurar a Unidade de Saúde de referência UBS Central de Alambari e UBSF do Tatetu e realizar o agendamento para a vacina. Levar a carteira de vacina inclusive para a atualização da mesma.  É importante ressaltar que, quem já tomou a vacina uma vez já está imunizado e não precisa de outra dose.

Febre amarela.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A doença tem importância epidemiológica por sua gravidade clínica e potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Transmissão

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A doença não é passada de pessoa a pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença. vHá dois diferentes ciclos epidemiológicos de transmissão, o silvestre e o urbano.

Sintomas

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maioria das pessoas melhora após estes sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.

Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia (especialmente a partir do trato gastrointestinal) e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20% a 50% das pessoas que desenvolvem doença grave podem morrer.

  • Quem não pode tomar a vacina?
  • Crianças menores de 9 meses de idade;
  • Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses de idade;
  • Pessoas com alergia grave ao ovo;
  • Pessoas que vivem com HIV e que tem contagem de células CD4 menor  que 350;
  • Pessoas  em de tratamento com quimioterapia/ radioterapia;
  • Pessoas portadoras de doenças autoimunes;
  • Pessoas submetidas a tratamento com imunossupressores (que diminuem a defesa do corpo).

Fonte: Ministério da Saúde – http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/febre-amarela